sábado, julho 15, 2006

O golpe e a burrice

Qual o resultado da combinação entre juízo de menos e ganância de mais? Resposta: alguma imbecilidade. E foi dessa fonte que bebi e por causa dela que me dei mal. Vejam só o que me aconteceu ontem.
Em pleno horário de trabalho, recebo, da Vivi, uma mensagem via e-mail. A Vivi, aos que não conhecem, é minha mulher. Assim como eu, ela abomina mensagens de correntes, pensamentos e baboseiras dessa natureza que circulam diariamente pela Internet.
Receber uma mensagem dela, portanto, é uma espécie de certificado de garantia para mim. Sei que não vai ser nada com risco de propagar algum vírus ou de desviar minha atenção para algo desprovido de futuro.
Ah, meus amigos, reverei meus conceitos.
A mensagem que ela me passou dizia que a Ericsson (sim, a empresa de celular) estava distribuindo, GRATUITAMENTE, computadores tipo lap tops, ou notebook. A intenção seria concorrer com a Nokia (pasmem: outra empresa de telefonia celular!!) Bastaria ao interessado em uma dessas máquinas repassar e bendita mensagem a pelo menos oito amigos. E (atenção) não esquecer de, ao repassar a mensagem, enviá-la com cópia para uma fulana qualquer, gerente da respectiva empresa, para que ela visse a sua atitude e a recompensasse com a prometida máquina.
Que anta, meus Deus, acreditaria nessa promoção? Será que a pessoa não perceberia que isso só pode ser enganação? ... É, meus amigos, a anta que vos escreve foi uma dessas almas ludibriadas. Não sei se de fato acreditei piamente na maravilhosa oferta, mas devo confessar que também não duvidei. Reduzi meu senso crítico, geralmente tão aguçado, a patamares de zero absoluto (se é que a adjetivação do numeral em questão reforça o que quero dizer).
Imediatamente, o jumento aqui repassou a porra da mensagem pra todos os contatos de sua caixa de e-mail. Você, que me lê neste exato momento, provavelmente foi vítima de minha burrice.
Pois bem, quase que imediatamente após a minha jumentisse começaram a chegar respostas a minha sandice. A primeira delas, vinda de um colega de Natal, tirava sarro da minha cara dizendo que as referidas empresas eram de celulares — e que celulares e computadores são seres diferentes. Uma amiga de trabalho, com o sarcasmo que eu merecia, disse estar curiosa para saber se eu conseguira ganhar o lap top. Meu tio, lá de Bauru (SP), incentivava-me a acreditar, uma vez que ele já havia ganho um notebook da Sony, um da Mitsubishi e outro da Nestlé. Um amigo da pós-graduação, um pouco mais sensível e solidário ao meu sofrer, explicou, tin-tin por tin-tin (para que o burro aqui pudesse entender), que essas coisas, criatura, são de mentirinha, de faz-de-conta, história da carochinha. Para sacramentar minha humilhação, ainda enviou um texto no qual há vários exemplos de patifarias semelhantes para desmiolados exatamente como eu. Dava, ainda, outros conselhos óbvios para seres humanos racionais (o que não é o meu caso) como, por exemplo, não repassar essas mensagens expondo os e-mails dos outros (outra merda que fiz).
Então, minha gente, foi isso. Só me resta, humildemente, pedir perdão àqueles que foram vítimas da minha ausência de cérebro e que receberam a mensagem. E pedir, também, que a Vivi jamais volte a me passar mensagens desse gênero!

6 comentários:

deniluz@fiocruz.br disse...

Wagner,

Parabéns pela sua coragem em assumir enganos. Acho como te enviei no e-mail, enganar pode ser o primeiro passo para a buscar o acerto. Tenho pensado que errar e acertar são fronteiras tenues do risco de viver.Imagino que todos nós gostaríamos de acertar, mas os enganos nos alertam que a dinâmica do erro nos leva a acerto também. O tempo é o maestro desta decisão. Vou levando minha vida, contabilizando erros para acertar mais.

Anônimo disse...

Pois é, Denise.... Todo mundo erra...inclusive eu!

Recebi a mensagem de uma colega da especialização que afirmou ser verdade e que a referida empresa já tinha entrado em contato com ela.

Por isso, atenção! Se alguém entrar em contato com vocês solicitando endereço e telefone, saibam de que se trata de outra armadilha, viu?

Abraço a todos e mil perdões.
Viviane.

Mauricio disse...

ei sony é uma excelente marca de notebook.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Lu disse...

Oi Wagner... vc tem razão; eu também recebi uma mensagem destas e fui além; na minha dizia que se mandasse para 20 pessoas recebia um modelo superior ao que se mandasse pra 8. Pois eu fui tão gananciosa que mandei logo pra 20. O pior é que meus irmãos estão entre eles... ou seja, vou ter que pedir desculpas pra quem vai rir a beça de mim, pela minha burrice.
Bem, fica a experiência.

Abraços

Anônimo disse...

Hiya Wagner,

I haven't receive anything from you (and I'd love to, even if a spam, hahaha)
How are you doing? I'm still waiting for you to reply my last email (was it that bad?? if so, I assure you I'm better now).

Lots of love,

Andrea xxx